segunda-feira, 3 de setembro de 2018

A pesca de Papa-Terras na Plataforma de Pesca de Cidreira


A pesca de Papa-Terras na Plataforma de Pesca de Cidreira é abundante no Primeiro Valo ,que fica logo após a portaria até o Bar de cima. Mas,poderão, ser pescados, também conforme o dia, do Bar até o T.
A temperatura ideal da água do mar ,para sua pesca em grande escala, é de 13 graus.Isso ocorre  normalmente a partir de Julho de cada ano.Mas,é um peixe que frequenta a Plataforma de Cidreira o ano inteiro.


Os Papa Terras ,como o nome diz são peixes de "chão" .Suas bocas são para baixo,parecendo um aspirador,que vai sugando  alimentos depositados .É assim que engolem as iscas,sendo as vezes um pouco difícil para despescá-los. Por isso Quando montar o chicote as pernadas devem ser longas para as iscas ficarem no fundo. 







Fotos da Pescaria de Papa Terras na Terça Feira 21-08-2018


Nome científico: Menticirrhus littotalis
Família: Sciaenidae
Outros nomes comuns: Judeu, carametara, corvina-cachorro, papa-terra, coca-de-rato, sinhara, perna-de-moça, papa-terra-de-assobio, pirá-siririca, pomba-de-mulata, sambetara e nó-de-cachorro.
Onde vive: Atlântico Ocidental, o papa-terra preto desde Massachussets (EUA) até a Argentina, e o papa-terra branco da Virgínia (EUA) ao Sul do Brasil.
Tamanho: Até 50 cm e pelo menos 1,5 kg. O recorde mundial homologado pela IGFA da betara-preta é de 1,27 kg, da Carolina do Norte (EUA), de 2 002; o da betara-branca é de 1,38 kg, do mesmo local, de 1 999.
O que come: Peixes e crustáceos.
Quando e onde pescar: Por todo ano e em todo Brasil

Status de conservação: Não ameaçadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário